Em uma noite de ausência do bom futebol, o Bahia conseguiu, finalmente, contar com a sorte ao seu favor para vencer o Grêmio pelo placar de 1×0, na Fonte Nova, em duelo válido pela 25ª rodada do Brasileirão. Sem cara, novamente, o Bahia sofreu nas duas etapas para segurar um Grêmio misto e que veio a Salvador com uma proposta de investir nos contra-ataques.

No primeiro tempo, o Bahia começou melhor que a equipe gaúcha, arriscando-se mais ao ataque. Com o passar do tempo, o time pareceu cansar de impor o ritmo, chegando a levar um breve sufoco do time de Renato Gaúcho, mas o pior ainda viria na segunda parte do confronto.

Na segunda etapa, o Bahia se perdeu. Com a saída de Vinícius, mais uma vez abaixo, Allione conseguiu entrar em campo ainda pior do que o substituído, errando passes bobos em sequência, o que irritou os 13 mil presentes no estádio. O Grêmio, melhor no jogo, oferecia mais perigo e chegou a colocar a bola no travessão, em chute do jovem Patrick, e na sequência, Fernandinho aproveitou o rebote para arriscar. Brilhante defesa de Jean. Régis entrou na partida aos 44′ do segundo tempo e pouco depois, no apagar das luzes, nos últimos 20 segundos de jogo, enfiou uma bola para Allione, que sofreu pênalti polêmico por Edilson. Rodrigão bateu mal, mas garantiu o triunfo tricolor por 1×0.

RÉGIS

Sem dúvidas, o maior nome tricolor na temporada, Régis tem tido altos e baixos no Esquadrão. O meia não conseguiu repetir atuações brilhantes como as do primeiro semestre, após voltar de uma contusão na coxa que o afastou dos gramados por mais de 1 mês. Porém, fato é que o Bahia não possui reservas à altura do atleta. Começando no banco desde a partida contra o Atlético-GO, o jogador perdeu a titularidade após o jogo ruim diante do Botafogo, mas apenas uma semana antes, contra o Vasco, o mesmo deu assistência e participou de um gol. Vinícius tem mostrado que Régis no banco não é a solução, pelo menos não no momento, ao não produzir nem metade do que o camisa 20 faz em má fase. Hoje, a comissão técnica ainda pecou retirando Vinícius, e em vez de repor Régis à sua posição, insistiu com Allione, que entrou muito mal. Quando teve a oportunidade, aos 44′, Régis deu um bom passe que culminou no pênalti sofrido pelo argentino e levou ao gol de Rodrigão.

o Bahia ocupa agora a 13ª posição, com 30 pontos e a 2 de distância do Z-4, podendo cair para a 14ª, caso o Sport, que joga amanhã (25), vença o Vasco. Contra o Coritiba, 19º colocado, o Esquadrão retorna aos gramados no próximo sábado (30), na Fonte Nova.

Matéria: Gabriel Marinho
Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia

Gabriel Marinho

Ver todas as postagens