O Bahia está pronto para o sétimo e último clássico Ba-vi do ano. A partida, que é válida pelo Campeonato Brasileiro, é de extrema importância para as duas equipes na briga contra o rebaixamento, e contará apenas com torcida tricolor. Na última quinta, após a partida contra o Flamengo, o técnico Carpegiani evitou falar do time que vai à campo diante do rival, mas afirmou já prever a escalação:

“Não gostaria de falar sobre quem vai entrar. Gosto do time mais seguro atrás, em função disso, tem que ter essa segurança para o meio poder jogar. Para podermos estar atacando o adversário. […] Tenho uma ideia [de quem escalar] em função dos desfalques. Passou a ser uma obrigação vencer em casa, jogando em casa com o apoio de nossa torcida”, declarou.

Com o desfalque de Juninho Capixaba, por 3º cartão amarelo, e a contusão de Vinícius, além de Edigar Junio como dúvida, o Bahia deve ir à campo contra o rival na seguinte escalação:

GOLEIRO: Jean;
DEFESA: Eduardo, Tiago, Lucas Fonseca e Matheus Reis;
MEIO-CAMPO: Renê Jr., Edson e Régis;
ATAQUE: Zé Rafael, Mendoza e Edigar Junio (Hernane).

O Ba-vi de amanhã (22) será o sétimo em 2017, ano com recorde no clássico baiano nas últimas temporadas. Até o momento, foram 3 empates, 2 triunfos do rival e 1 do Esquadrão. Mais uma vez, o duelo será realizado com a presença de somente uma torcida, no caso, a do Bahia. A esperança é de casa cheia e a bola rola às 16h (de Salvador), na Arena Fonte Nova.

Matéria: Gabriel Marinho
Foto: Marcelo Malaquias / EC Bahia

Gabriel Marinho

Ver todas as postagens